Início e justificação do projeto de investigação. M. Noel

• Redigir o início e a justificação do projeto de investigação.

1. Título da pesquisa: Será colocado ao terminar o trabalho.
2. Introdução.

Em este estudo de campo trataremos a utilização das TICS na sala de aula de PLE em Mendoza, Argentina; mais precisamente, do recurso da conversação através da ferramenta skype com falantes nativos. Se o professor de português como língua estrangeira não é nativo do Brasil, poderá utilizar a mencionada TIC com o objetivo de fornecer as habilidades orais de seus alunos. A atividade proposta é que os alunos que já tinham aprendido certo nível de habilidades na língua estrangeira, desenvolvam uma conversação através de skype com um falante nativo. Assim, poderão reconhecer certas marcas lingüísticas próprias do idioma, que ressaltarão ao ser proferidas por uma pessoa cuja língua mãe é o português. Do mesmo modo, os jovens verão satisfeita uma inquietude: levar à prática, numa situação real, o que estão aprendendo.
Os nativos digitais estão inseridos em uma cultura onde a tecnologia não é somente uma ferramenta, senão ao dizer de Inés Dussel, uma forma de organisar sua construção de pensamento. Assim é como está configurada a sua cosmovisão. Eles apresentam, na sua maioria, um grande interesse enquanto à utilização de TICS para o aprendizado. Na sociedade mendocina, porém, não todos os alunos têm livre aceso aos computadores ou a internet.
Como se poderá solucionar essa situação nas aulas de PLE? Em que medida se produz uma melhora no aprendizado dos alunos que contam com ditas ferramentas?
Este trabalho propõe, tendo em conta o interesse dos alunos e sua visão do mundo, a realização de um estudo de campo para dar conta de se foi ou não verdadeiramente aproveitável à utilização de skype nas aulas. Assim também propõe uma comparação de resultados finais em exames do âmbito da oralidade, para constatar caso houver, as melhoras que evidenciem os alunos que contaram com esta ferramenta. A relevância que este estudo de campo comparativo, baseado numa abordagem situacional oferece para o âmbito de PLE está dada em que o skype não é uma ferramenta utilizada em grande medida para o ensino; embora as facilidades que possui para adaptá-la para tal fim. Uma vez que se tem acesso à internet, dita ferramenta não acarreia custos e é seu uso é preditível. Porém, não é comum encontrar estudos de campo comparativos em estas questões. A sua leitura permitirá refletir se é recomendável o uso de skype como ferramenta didática nas aulas de PLE.
Os alunos de hoje são nativos digitais, cujos educadores vêm com uma visão mais tradicional. Essa diferencia, que tende a gerar conflitos, foi o que motivou o tema de esta pesquisa. Hoje mais do que nunca é necessário procurar novas formas de ensino, criativas, para que os alunos possam estudar segundo seus interesses e que a transposição didática seja efetiva. Aqui se tratará uma nova forma de atingir dita transposição didática, o que pode ser útil para os professores de LE.

Anúncios